‘Wife Sharing’: quero ver minha mulher com outro

Embora a maioria dos homens se morda de raiva apenas por imaginar suas companheiras com outros, a verdade é que muitos sentem desejo de vê-las em situações mais intimas com um homem que não seja ele próprio. Se você, caro amigo, já teve o pensamento de querer ver sua mulher com outro, acredite que isso é mais comum do que parece.

Esse tipo de fantasia se chama ‘Wife Sharing’ (em tradução livre: compartilhar a esposa). De maneira resumida, é a fantasia de presenciar a mulher transar com outro, enquanto está no mesmo ambiente e assistindo tudo de camarote. Diferente do menage a tróis, onde os três participam, no ‘wife sharing’ apenas a esposa e o outro homem se relacionam, o marido na maioria das vezes observa e se masturba.

O fetiche do ‘Wife Sharing’ pode ser estimulado no marido de diversas maneiras, por exemplo: por ter uma mulher que é desejada por outros homens, mas sempre volta para ele; pelo sentimento de poder e valorização; satisfazer fantasias bissexuais ou homossexuais; para comparar seu desempenho na cama e o tamanho do pênis; entre outras.

Apesar de ainda causar um pouco de desconforto, principalmente para casais puramente monogâmicos e que não têm experiências sexuais mais liberais, essa prática vem se tornando bastante difundida e ganhando força com a ajuda da internet, que conecta os maridos que compartilham desse interesse.

Quero ver minha mulher com outro, isso afeta o relacionamento?

Quero ver minha mulher com outro, isso afeta o relacionamento
É importante avaliar o impacto que isso terá em suas vidas e evitar arrependimentos

A grande questão por trás da prática do ‘Wife Sharing’ é justamente o receio de que possa afetar o relacionamento depois. Por essa razão, é muito importante antes de você propor a sua mulher que deseja vê-la tendo relações sexuais com outro, avaliar o impacto que isso terá em suas vidas e evitar arrependimentos – e problemas – futuros.

Na verdade, essa fantasia não afeta o relacionamento. Alguns praticantes até dizem que a relação ficou muito mais quente e íntima, além do laço de cumplicidade que é estabelecido entre o casal. Isso porque passaram a ter uma vida sexual mais criativa, com menos preconceitos e tabus. Longe da mesmice.

Porém, se você fica com tesão imaginando sua esposa transando com um desconhecido, precisa saber que, além da disposição, também precisa estar suficientemente confiante e certo de que não se trata de uma traição. Afinal, você sugeriu e consentiu que sua mulher estivesse com ele.

Para que essa fantasia dê certo, algumas regras devem ser seguidas. A principal é estar com a mente aberta. Outra, não menos importante, é que tudo durante a prática deve ser pré-combinado com a sua parceira. Uma conversa franca antes de experimentar o ‘Wife Sharing’ é fundamental para determinar o limite de ambos, o que estão dispostos a fazer, etc.

Pense antes e evite conflitos

Pense antes e evite conflitos
Busque refletir sobre alguns pontos antes de propor isso a sua esposa

Para você que quer ver sua esposa com outro, mas ainda sente algum receio, busque refletir sobre alguns pontos antes de propor isso a sua esposa, para evitar certos conflitos entre vocês:

1. Como será ver sua esposa sendo acariciada, beijada, fazendo e recebendo sexo oral, praticando sexo anal e sendo penetrada por seu amigo? Você vai suportar?

2. E para ela, como será transar na sua frente? Vai ser tranquilo? Ela levantará dúvidas sobre seus reais sentimentos?

3. Qual o objetivo a ser atingido para a relação ou para a vida sexual do casal?

4. E depois, como continuar a amizade?

5. E o que foi mal-entendido, as impressões não digeridas, de que forma serão tratadas com o amigo?

6. Você está pronto?

Comentários

  1. Evanildo says:

    Quero vê minha esposa com outro homem

Deixe seu cometário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *