Bruna Surfistinha conta como levava homens à loucura na cama

Nesta entrevista, Bruna Surfistinha conta o que você ainda não viu e ouviu da história da ex-garota de programa que teve o filme da sua vida estrelado pela atriz Déborah Secco. A sexóloga Carla Cecarello conversa com Raquel Pacheco dez anos após ela deixar de se prostituir e, neste papo bem descontraído, a moça conta os fetiches mais inusitados que já atendeu para agradar os clientes na cama e aqueles que por questão de valores disse não. No encontro dividido em três partes: preliminares, rala e rola e clímax,  Bruna conta também que nem sempre foi só trabalho. Sim, ela já teve orgasmos com clientes, mas só com os que eram muito bons de cama.

A garota de 17 anos que fugiu de casa para se prostituir, contou detalhes da sua vida em um livro chamado “O Doce Veneno do Escorpião”. Hoje, conhecida em todo o país, Raquel diz que é frequentemente abordada na rua por fãs e curiosos que sempre querem saber um pouco mais da sua vida.  Apesar de não se arrepender das escolhas que fez, o principal plano de Raquel agora é deixar guardadinho no passado a experiência de ter sido uma das garotas de programas mais desejadas da sua época e se tornar mãe.

Deixe seu cometário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *